Novas Ferramentas para a Gestão de Empresas Familiares

Apresentação do Programa

A Especialização em Novas Ferramentas para a Gestão de Empresas Familiares pretende contribuir ao desenvolvimento, progresso e continuidade da empresa familiar, através da formação de profissionais altamente qualificados na compreensão e tomada de decisões diante das necessidades crescentes na gestão diária da propriedade, da empresa e da família; sendo essa modalidade um tipo de negócio que constitui grande parte da economia dos países em nível mundial, a especialização procura o compromisso de seus profissionais para a formulação de soluções no interior das empresas e da comunidade na qual se desempenha.

Desde meados dos anos 80, a empresa familiar começou a tomar um lugar importante no campo da pesquisa; por isso, na atualidade, conta-se com ferramentas de aplicação imediata para o bom funcionamento da mesma, como as estruturas de órgãos de governo e o protocolo familiar. Em conseqüência, o especialista em empresas familiares constitui uma peça fundamental para a consecução dos objetivos da família empresária e do negócio: é aquele que aborda a empresa a partir de uma visão integral, delineia estruturas de liderança, o protocolo familiar e auxilia no estabelecimento de uma cultura organizacional ajustando ferramentas de aplicação imediata a nível diretor e humano. Desta maneira, a formação que recebem ao longo desse estudo traz uma visão integral.

A especialização conta com bases teóricas atualizadas e com programas de formação dessa natureza. Mediante a articulação pedagógica dos fundamentos teóricos e casos práticos, dentro do espaço de aplicação de uma gestão de pessoas, o participante estará capacitado para o uso das ferramentas, técnicas e dos procedimentos fundamentais na concepção, aplicação das políticas e práticas da gestão de empresas familiares.

A quem é dirigido

O programa é dirigido a profissionais de diferentes disciplinas que se encontrem vinculados ao setor empresarial, que desejem aprofundar e consolidar seus conhecimentos na empresa familiar; igualmente, é dirigido àqueles que ocupem um lugar dentro do negócio familiar ou que pretendam desempenhar a função de assessores de empresas familiares local, regional ou nacionalmente.

Titulação

Ao superar com êxito o Programa do curso, o aluno obterá o grau de Especialista em Novas Ferramentas para a Gestão de Empresas Familiares.

Os Diplomas serão expedidos pela Universidade em que o aluno matriculou-se.

Estrutura do Programa

A duração estimada da Especialização em Novas Ferramentas para a Gestão de Empresas Familiares é de 420 horas (42 créditos)1.

O programa de Especialização em Empresas Familiares integra os diferentes aspectos que devem ser pensados pelos profissionais na área, os conhecimentos e ferramentas que deverão ser postos em andamento no momento de abordar as diversas realidades enfrentadas.

Em relação à distribuição do tempo é estabelecido que:

  • Por ser um programa à distância e não estar sujeito a aulas presenciais, não se estabelece uma data específica de início, o que faz com que o aluno possa formalizar a matrícula a qualquer momento, sempre que haja vagas;
  • Por motivos acadêmicos e de aprendizagem, dispõe-se de uma duração mínima do programa de 9 meses;
  • O tempo máximo de que se dispõe para realizar o programa é de doze meses. Nesse período de tempo, o aluno tem de ter superado com êxito todas as atividades avaliadas e aprovar o Projeto Final de Especialização.

A estrutura de créditos da Especialização em Novas Ferramentas para a Gestão de Empresas Familiares está na seguinte tabela:

  CRÉDITOSa DURAÇÃOb HORAS
1ª Parte: Disciplinas 32 9 320
2ª Parte: Trabalho Final de Especialização 10 3 100

a. A equivalência em créditos pode variar de acordo com a universidade que titula 
b. Duração em meses.

Objetivos

Objetivo geral:

  • Formar profissionais especialistas em Empresas Familiares, com a capacidade para promover a gestão e a continuidade deste tipo de negócios, realizando um acompanhamento holístico dos âmbitos da propriedade, da empresa e da família, como colaborador, consultor ou qualquer outra figura que aplique esses conhecimentos.

Objetivos específicos:

  • Trazer elementos teóricos e metodológicos para a compreensão integral da empresa familiar e da família empresaria;
  • Desenvolver habilidades para a tomada de decisões e para a formulação de soluções às necessidades presentes nas esferas da propriedade, da empresa e da família e suas possíveis intercessões;
  • Conhecer e utilizar as ferramentas mais modernas no campo da gestão das Empresas Familiares;
  • Aplicar as capacidades e habilidades desenvolvidas no curso, possibilitando uma visão estratégica global da gestão das empresas familiares;
  • Conhecer outros aspectos gerais para a gestão integral da empresa familiar: meio ambiente, qualidade, gestão de projetos;

Saídas Profissionais

O profissional especialista em Novas Ferramentas para a Gestão de Empresas Familiares participa ativamente em seu ambiente a partir das seguintes instâncias:

  • Diretores de Empresas Familiares;
  • Membros do Conselho de Administração de Empresas Familiares;
  • Consultores de Empresas Familiares.

Plano de estudos

O programa de Especialização em Novas Ferramentas para a Gestão de Empresas Familiares compõe-se de 11 disciplinas e de um Trabalho Final de Curso ou Projeto chamado Trabalho Final de Especialização.

  • 1ª Parte: disciplinas (320 horas)

As disciplinas permitem a compreensão e o conhecimento dos conceitos utilizados na gestão da empresa familiar, dos âmbitos da propriedade, da família e da empresa. De igual forma, contêm ferramentas de aplicação que permitem a abordagem integral às problemáticas comuns das empresas familiares.

O objetivo é conseguir uma visão global do tema que prepare adequadamente os especialistas para um melhor desempenho em seu campo de trabalho.

As disciplinas e horas correspondentes que compõem a primeira parte são mostradas na seguinte tabela:

  • 2ª Parte: Trabalho Final de Especialização (100 horas)

A última fase do Programa será destinada à elaboração do Trabalho Final de Especialização, que será uma monografia sobre um tema estudado no curso e aplicado ao ambiente do estudante.

2ª Parte: Trabalho Final de Especialização HORAS
Trabalho Final de Especialização 100

Descrições dos Cursos

1ª PARTE: DISCIPLINAS

  1. CONCEITO E CARACTERÍSTICAS DAS EMPRESAS FAMILIARES

    Esta disciplina apresenta o cenário das empresas familiares no mundo, suas características, as diferentes definições do termo "empresa familiar" e os principais obstáculos que enfrentam estas organizações.

    IMPORTÂNCIA DAS EMPRESAS FAMILIARES
    Origem e características das empresas familiares, indicadores de mortalidade e seu impacto nas economias mundiais.
    OS SISTEMAS QUE INTEGRAM A "EMPRESA FAMILIAR" E O MODELO DOS TRÊS CÍRCULOS
    Estudo da empresa familiar como um sistema dinâmico.
    DEFINIÇÕES SOBRE "EMPRESA FAMILIAR"
    Definição, a propriedade, o compromisso na continuidade, influência da família na gestão.
    CARACTERÍSTICAS DAS EMPRESAS FAMILIARES
    Vantagens, inconvenientes, atributos da empresa familiar.
    CARACTERÍSTICAS DAS EMPRESAS FAMILIARES
    Identidade, crenças, ideologias e estrutura da empresa familiar.
  2. CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL NAS EMPRESAS FAMILIARES

    Esta disciplina analisa os aspectos mais relevantes dos conceitos e enfoques teóricos mais representativos de cultura e clima organizacional. Seu objetivo primeiro é tomar consciência da importância do desenvolvimento cultural e do clima organizacional, em que a unidade e compromisso são os pontos fortes essenciais das "boas" Empresas Familiares.

    A PESSOA NA EMPRESA FAMILIAR
    Interação pessoa-empresa, estrutura humana, sistemas de gestão do componente humano.
    CULTURA ORGANIZACIONAL
    Conceitos da cultura organizacional, valores, mudança organizacional, transmissão da cultura organizacional e familiar.
    CLIMA ORGANIZACIONAL
    Conceitos sobre clima, fatores que contribuem ao clima organizacional, a liderança ressonante, recursos para criar um ambiente benéfico na empresa familiar.
  3. SUCESSÃO E CONTINUIDADE DA EMPRESA FAMILIAR

    Esta disciplina estuda a necessidade de um plano de sucessão para garantir a continuidade das empresas familiares e o processo de preparação não só do sucessor, mas também de toda a organização para esse processo.

    CONCEITUALIZAÇÃO DA SUCESSÃO
    Plano de Sucessão. Preparação de Sucessores, o momento de iniciar a sucessão
    ANÁLISE DAS OPÇÕES NA SUCESSÃO
    O PLANEJAMENTO DO PROCESSO DE SUCESSÃO
  4. O ENFOQUE SISTÊMICO APLICADO AO CONFLITO NA EMPRESA FAMILIAR

    Esta disciplina aborda os aspectos psicológicos e afetivos dentro da empresa familiar que são causas naturais do conflito no interior de seus membros e que influem tanto na dinâmica familiar como no dia a dia da empresa familiar, especificamente na tomada de decisões.

    A FAMÍLIA EMPRESÁRIA E O CONFLITO FAMILIAR
    Ciclo vital da empresa e a família, evolução da família empresária, tipologias de famílias empresárias, o conflito e seus tipologias, estruturas organizacionais inadequadas.
    A FAMÍLIA EMPRESÁRIA E O SISTEMA FAMILIAR
    Pontos fortes e fracos da empresa familiar, conceitos básicos de terapia de família, papéis familiares, o genograma.
    ESTRATÉGIAS DE INTERVENÇÃO DO CONFLITO NA EMPRESA FAMILIAR
    A resolução do conflito, sistemas de valores familiares e empresariais, ferramentas práticas.
  5. A PROFISSIONALIZAÇÃO NA EMPRESA FAMILIAR

    Inclui a problemática da profissionalização nas empresas familiares, o processo de inserção de profissionais nas empresas familiares e os aspectos fundamentais para que os profissionais externos estejam motivados nas empresas familiares.

    PROFISSIONALIZAÇÃO
    Conceitos sobre profissionalização, diretores não membros da família, papéis, capacidades e estilos. Inserção de profissionais não familiares. Formação, mentoring e papel do mentor na empresa familiar.
    PROFISSIONALIZAÇÃO COMO FERRAMENTA DE MUDANÇA NA EMPRESA FAMILIAR
    Razões dos profissionais para incorporar-se à empresa familiar, integração da estratégia familiar e empresarial com o processo de profissionalização.
    COMPROMISSO DA EMPRESA FAMILIAR COM A PROFISSIONALIZAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO
    Como atrair profissionais bem-sucedidos à empresa familiar, permanência dos diretores não membros da família. Governar a reinar: nomeação de um diretor não pertencente à família.
  6. ESTRUTURA E ÓRGÃOS DE GOVERNO

    Aprofunda-se nos diferentes órgãos de governo nas empresas familiares: conselho de administração, junta de acionistas, assembléia de família, conselho de família, conselho assessor, etc. Apresenta as características, composições, poder, competências e funções de cada órgão.

    FAMÍLIA E EMPRESA
    Propriedade e família, governo e direção na empresa familiar, estabelecimento de órgãos de governo, modelo de governo corporativo e familiar efetivo. A malha interpessoal.
    ÓRGÃOS DE GOVERNO RELACIONADOS COM A FAMÍLIA
    Governo familiar, a reunião familiar, assembléia familiar, junta de família, conselho de família, comitê júnior, comitê de seguimento do protocolo familiar.
    ÓRGÃOS DE GOVERNO RELACIONADOS COM A PROPRIEDADE
    Assembléia de acionistas, junta de acionistas, comitê de liquidez, junta diretora.
    ÓRGÃOS DE GOVERNO RELACIONADOS COM A EMPRESA
    Comitê de direção, conselho de administração, o conselho assessor.
  7. O PROTOCOLO FAMILIAR

    Apresenta os potenciais conflitos que podem existir nas empresas familiares. Compreende o processo de elaboração do protocolo familiar e seus efeitos, como um instrumento capaz de promover acordos e pactos relativos à propriedade, família e empresa.

    PROTOCOLO FAMILIAR
    As famílias fortes e o conflito, prevenção e solução de problemas, origem do protocolo familiar, finalidade do protocolo familiar.
    CONTEÚDO DO PROTOCOLO FAMILIAR
    Governo e direção da empresa familiar, políticas de transmissão de propriedade, tipologia de pactos, elementos relevantes do protocolo familiar.
    A ELABORAÇÃO DO PROTOCOLO FAMILIAR
    Aspectos fundamentais do protocolo familiar, processo de concepção do protocolo familiar, desenvolvimento do protocolo, regime econômico da sociedade conjugal, testamento, estatutos sociais, conselhos para o êxito do protocolo familiar.
  8. A GESTÃO DA PROPRIEDADE NA EMPRESA FAMILIAR

    Esta disciplina aborda o tema da gestão do patrimônio, estabelecendo as diferenças entre governar e dirigir uma empresa. Dá a conhecer as diversas modalidades de remuneração que podem perceber os acionistas diretores e os acionistas não diretores. Analisa o processo de avaliação de ações e sua rentabilidade e diferentes tipos de organização da propriedade nas empresas familiares.

    A PROPRIEDADE NAS EMPRESAS FAMILIARES
    O patrimônio familiar, balanço empresarial, órgãos de governo envolvidos na gestão da propriedade. A teoria financeira clássica sobre a estrutura de financiamento.
    AVALIAÇÃO DA EMPRESA FAMILIAR
    Conceitos, métodos de avaliação do patrimônio. Compra e venda de ações da empresa.
    GESTÃO DA PROPRIEDADE POR MEIO DE UMA BOA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E ADEQUADA REMUNERAÇÃO DE ACIONISTAS
    Acionistas familiares e não familiares. A reorganização da empresa familiar, sociedade holding. Concepção de uma política de retribuição em uma empresa familiar.
  9. FATORES-CHAVE DE ÊXITO NA EMPRESA FAMILIAR

    Esta disciplina expõe e analisa os pontos fortes das empresas de êxito, em geral e as características diferenciadoras das empresas familiares que contribuem à sua maior eficiência frente ao restante das empresas não familiares. Analisa os aspectos que conduzem ao êxito de empresas familiares centenárias, apresentando casos bem-sucedidos, destacando características comuns.

    PONTOS FORTES DAS EMPRESAS QUE TRIUNFAM
    Comunicação interna, atitude humana, fatores de motivação, qualidade no trabalho e para o cliente, enganos em relação com a qualidade, formação, mentalidade econômica.
    ASPECTOS DIFERENCIAIS DA CULTURA DA EMPRESA FAMILIAR
    Modelos Deninson de cultura organizacional, cultura de maturidade, o papel do sucessor.
    A ESTRATÉGIA NÃO CONVENCIONAL DE JOHN WARD
    Do negativo ao positivo, estratégias não convencionais nas empresas familiares, a vantagem competitiva das empresas familiares.
  10. CRIAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS FAMILIARES

    Brinda os conhecimentos e ferramentas necessárias para definir uma estratégia competitiva e assim criar uma empresa que se posicione no mercado objetivo segundo o caso. Analisa aqueles fatores que influem no posicionamento internacional de uma empresa familiar para assim ter a capacidade de estabelecer e conduzir um plano de desenvolvimento internacional adaptando-se às distintas culturas e mercados.

    CRIAÇÃO DE EMPRESAS
    Nascimento de uma empresa, a empresa familiar e a família empresária, estrutura e planos da empresa familiar.
    A EMPRESA FAMILIAR COMPETITIVA
    O espírito empreendedor. A inovação na empresa familiar, os 4 C's na empresa familiar, estrutura organizacional na empresa empreendedora.
    O PROCESSO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA EMPRESA FAMILIAR
    O fenômeno da globalização na empresa familiar, a internacionalização da empresa familiar, modelo estratégico de internacionalização, recursos e capacidades para internacionalização da empresa, Incorporação de novas gerações da família.
    ABERTURA DE MERCADOS NA EMPRESA FAMILIAR
    A empresa como a unidade fundamental da mudança, profissionalização da função gerencial, orientação ao mercado, modelos de ingresso, a eleição da estratégia de internacionalização, desafios para a família contemporânea.
  11. ASPECTOS LEGAIS BÁSICOS DA EMPRESA FAMILIAR

    Apresenta de maneira geral os aspectos legais que são indispensáveis no momento de criar uma empresa familiar. Em favor de dar continuidade ao negócio e evitar a extinção, é necessário que os diretores conheçam e ajustem os aspectos jurídicos e fiscais de sua empresa, tal como estabelecem os códigos comerciais de cada país.

    DIFERENTES FIGURAS PARA A CONSTITUIÇÃO DE UMA EMPRESA FAMILIAR
    Pessoas físicas, pessoas morais, tipos de sociedades, anônimas e cooperativas, Sociedade Limitada para Novas Empresas Familiares.
    VANTAGENS E DESVANTAGENS DOS TIPOS DE SOCIEDADES
    Regimes fiscais em empresas familiares.

2ª PARTE: TRABALHO FINAL DE ESPECIALIZAÇÃO

A última fase do programa será destinada à elaboração do Trabalho Final de Especialização, que será uma monografia sobre um tema estudado no curso e aplicado ao ambiente do estudante.


Nota: O conteúdo do programa acadêmico pode ser submetido a ligeiras modificações, em função das atualizações ou das melhorias efetuadas.

Direção

  • Dra. Silvia Aparicio.
    Doctora en Ciencias Económicas por la Universidad Autónoma de Madrid y Licenciada en Administración y Dirección de Empresas por la Universidad de Cantabria. Directora Académica Internacional del Área de Desarrollo Directivo, Organización Empresarial y Recursos Humanos de la Fundación Universitaria Iberoamericana, FUNIBER.
  • Dr. Salvador Rus Rufino
    Doutor em Filosofia, pela Universidad de Navarra. Doutor em História, pela Universidad de León. Professor Titular da Universidad de León. Diretor da Cátedra de História da Empresa Familiar, Universidad de León.
  • Dra. Cristina Hidalgo González
    Doutora em Ciências Empresariais pela Universidad de León. Professora Titular do Departamento de Economia Aplicada da Universidad de León.
  • Dra (c). Carmen Lilí Rodríguez Velasco
    Doutorado em Educação, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Psicologia Laboral e Organizacional pela Universidad de La Habana, Cuba. Coordenadora Acadêmica Internacional da Área Desenvolvimento Diretivo, Organização Empresarial e Recursos Humanos, FUNIBER.
  • Dra (c). Andrea Gutiérrez Jiménez
    Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestre em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento da Universidad de León (Espanha). Coordenadora Acadêmica do Programa Mestrado em Direção Estratégica de Empresas Familiares e suas Especializações. 

Professores e Autores

  • Dr. Manuel Maeda Takeuchi. Professor de Programas de Engenharia e Administração de Empresas, Universidad de Piura, Peru. Experiência Gerencial em Administração, Projetos de Corporação, Administração de Operações e Administração e Finanças. 
  • Dr. Salvador Rus Rufino. Doutor em Filosofia, pela Universidad de Navarra. Doutor em História, pela Universidad de León. Professor Titular da Universidad de León. Diretor da Cátedra de História da Empresa Familiar, Universidad de León. 
  • Dra. Cristina Hidalgo González. Doutora em Ciências Empresariais pela Universidad de León. Professora Titular do Departamento de Economia Aplicada da Universidad de León.
  • Dr. Francisco J. Hidalgo Trujillo. Doutor em Engenharia de Projetos: Ambiente, Segurança, Qualidade e Comunicação, pela Universidad Politécnica de Cataluña. Assessor e consultor de organizações. Analista de processos estratégicos e de desenvolvimento empresarial. 
  • Dr. Rubén Calderón Iglesias. Doutor em Economia pela Universidad Antonio de Nebrija, Espanha. Professor da Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dra (c). Julién Brito Ballester. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Psicologia Laboral e Organizacional pela Universidad de Habana, Cuba. Mestrado em Gestão de Recursos Humanos pela Universidad Autónoma de Barcelona. Mestrado em Coaching Sistêmico pela Universidad Autónoma de Barcelona. Consultora Internacional e Expert em Gestão de Recursos Humanos, Formação, Desenvolvimento e Competências Profissionais. 
  • Dra (c). Andrea Gutiérrez Jiménez. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestre em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento da Universidad de León (Espanha). Coordenadora de Programas e Professora da FUNIBER. 
  • Dra (c). Carmen Mary González Fernández. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Direção Estratégica de Empresas Familiares pela Universidad de León, Espanha. Consultora de processos. Empresaria Familiar. Professora da FUNIBER.
  • Dr (c). Diego J. Kurtz. Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento pelo PPGEGC – UFSC (em processo). Mestrado em International Business - Wiesbaden Business School, Alemanha. Pesquisador do Núcleo de Gestão para a Sustentabilidade (www.ngs.ufsc.br) e Pesquisador Junior do Projeto Dynamic SME (www.dynamic-sme.org). Coordenador de Programas e Professor da FUNIBER.
  • Dra (c). Diana Patricia Cortés Díaz. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento da Universidad de León (Espanha). Consultora especializada em Direito Laboral e Segurança Social. Coordenadora de Programas e Professora da FUNIBER.
  • Dra (c). Carmen Lilí Rodríguez Velasco. Doutorado em Educação, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Psicologia Laboral e Organizacional pela Universidad de La Habana, Cuba. Coordenadora Acadêmica Internacional da Área Desenvolvimento Diretivo, Organização Empresarial e Recursos Humanos, FUNIBER.
  • Ms. María Eugenia Luna Borgaro. Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento da Universidad de León, Espanha. Expert em Gestão de Recursos Humanos e Habilidades Diretivas. Professora da FUNIBER. 

Bolsa de Trabalho

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) destina periodicamente uma partida econômica com caráter extraordinário para o oferecimento de Bolsas de estudo em Formação FUNIBER. 

Para solicitá-la, preencha o formulário de solicitação de informação que aparece no portal FUNIBER ou entre em contato diretamente com a sede da fundação em seu país para saber se é necessário proporcionar alguma informação adicional.

Uma vez finalizado o Programa Acadêmico, os alunos que assim o desejarpoderão ingressar na Bolsa de Trabalho Ambiental. Para isso, deverãoremeter currículum vitae, indicando dados pessoais, acadêmicose de experiência profissional. Assim, o aluno estará informado dasofertas de trabalho que venham a surgir e que se ajustem a seu perfilprofissional.