Doutorado em Nutrição

Apresentação

O programa de doutorado permite cursar disciplinas e realizar o trabalho de pesquisa de doutorado em uma das linhas de pesquisa oferecidas seguindo um programa de estudos adaptado à modalidade a distância. Dessa maneira, o doutorando realiza um estudo avançado de pós-graduação adaptado ao seu ritmo e estilo de trabalho.

Durante a realização do programa, o doutorando terá o apoio e a presença de professores, tutores e orientadores de tese que facilitarão o acompanhamento e o cumprimento acadêmico dos programas, aproveitando as novas tecnologias.

A comissão de doutorado atribuirá e supervisionará o plano de estudos que será adequado à formação prévia e ao tema da tese de doutorado escolhida pelo doutorando. E também nomeará um orientador de tese que apoiará e facilitará os estudos e o trabalho da tese do doutorado.

Estructura

DURAÇÂO FINALIDADE PLANO DE TRABALHO
FASE I - DOCÊNCIA
1 ano Adquirir o conhecimento e as competências necessárias para fornecer soluções que contribuam para o desenvolvimento humano, científico e tecnológico na linha de pesquisa do(a) doutorando(a). Cursar a distância disciplinas definidas de acordo com estudos anteriores e com o tema da tese. Nessa fase, o doutorando deve cursar disciplinas adequadas ao tema escolhido para a tese.
FASE II - TUTORIA
3 meses Orientar a definir o tema da tese, os objetivos, as hipóteses e a metodologia. Com o apoio de um tutor, elaborar a proposta do esquema da tese de doutorado.
FASE III - PESQUISA
1 ano Elaborar o projeto de tese de doutorado. Com o apoio do orientador de tese, realizar trabalhos de pesquisa que levem à realização do projeto.
FASE IV - REALIZAÇÃO DA TESE
1 - 2 anos Escrever a tese de doutorado. Sob a supervisão do orientador de tese, desenvolver a pesquisa: análise e resultados alcançados.

Metodologia Educativa

O modelo educacional promove a colaboração e a cooperação para enriquecer a formação das pessoas. Isso garante um processo que fornece resultados efetivos em relação ao investimento educacional assumido versus o retorno em formação de conhecimento e aprendizagem pessoal e organizacional. O modelo educacional é composto por muitas inovações educacionais e pedagógicas que facilitam, aprimoram e impulsionam um processo de formação em um ambiente de aprendizado altamente eficaz. Isso inclui:

  • Facilitar o contato entre estudantes, professores e entre ambos os grupos.
  • Fomentar a cooperação e a reciprocidade: a aprendizagem como um esforço coletivo.
  • Considerar o estudante como centro do processo do qual ele participa ativamente.
  • Estimular e aprimorar a comunicação e a interação contínua entre professores e estudantes.
  • Incutir que o processo de formação implica e exige dedicação de tempo e esforço contínuos.
  • Utilizar a motivação como um estímulo constante para que o estudante perceba que os resultados esperados da aprendizagem estão ao seu alcance.
  • Personalizar o aprendizado, levando em consideração as diferenças entre estudantes e suas várias formas de aprender.

Titulação

O(A) doutorando(a) que atender aos requisitos acadêmicos e for aprovado(a) na defesa de sua tese de doutorado, de acordo com os regulamentos das universidades que ministram o programa de doutorado, poderá optar pelo grau de:

  • Doutor(a) em Nutrição pela Universidade Internacional Iberoamericana do México.

Plano de estudos

Doutorado em Nutrição > Fase docência

O programa de Doutorado em Nutrição tem como finalidade formar pesquisadores líderes no campo da nutrição, capazes de contribuir de forma independente para a geração e a disseminação de conhecimentos, tecnologias e metodologias estratégicas.

O trabalho do docente será promover a saúde e o desenvolvimento do capital humano, nacional e internacionalmente, desenvolvendo, disseminando e transferindo pesquisas de alto nível na área da nutrição, enfatizando o campo do projeto experimental em questões como obesidade, nutrição comunitária e alimentos funcionais, nutracêuticos e a nutrigenética.

A fase docente do doutorado baseia-se na pesquisa científica de excelência, preparando o doutorando na aquisição dos conhecimentos que enriquecem seu processo de formação, aprofundando-se de maneira colaborativa no desenvolvimento e na inovação da linha de pesquisa escolhida.

O Doutorado em Nutrição possui as seguintes fases:

  • FASE DE INICIAÇÃO
FASE DE INICIAÇÃO

Durante o primeiro período, busca-se sensibilizar o aluno quanto ao uso do Campus Virtual e suas ferramentas, além de informá-lo sobre o programa acadêmico e as datas de estudo.

Além disso, nesta fase, os alunos terão acesso a diversos fóruns de debate sobre temas de interesse vinculados ao programa, a fim de estimular a interação entre eles e o intercâmbio de opiniões em um ambiente acadêmico.

  • FASE I: DOCÊNCIA-DISCIPLINAS GERAIS
FASE I: DOCÊNCIA-DISCIPLINAS GERAIS
# DISCIPLINAS
1 Metodologia da pesquisa científica
2 Evidência científica e saúde
3 Epidemiologia e saúde pública
4 Estatística aplicada a ciências da saúde I
5 Estatística aplicada a ciências da saúde II
6 Ética aplicada a ciências da saúde
7 Diretrizes para a apresentação e publicação de trabalhos de pesquisa em ciências da saúde
8 Seminário de pesquisa I
  • FASE II: DOCÊNCIA-MÓDULO OPTATIVO (O DOUTORANDO CURSARÁ AQUELE QUE TIVER ESCOLHIDO)
FASE II: DOCÊNCIA-MÓDULO OPTATIVO
# OBESIDADE E SÍNDROME METABÓLICA
1 Ritmos circadianos, homeostase energética e integração metabólica
2 Obesidade e regulação metabólica
3 Seminário de pesquisa II
# ESTRATÉGIAS EM NUTRIÇÃO COMUNITÁRIA
1 Educação alimentar e nutricional
2 Criação e estratégias de publicidade e comunicação em nutrição comunitária
3 Seminário de pesquisa II
# ALIMENTOS FUNCIONAIS, NUTRACÊUTICOS E NUTRIGENÉTICA
1 Compostos bioativos da dieta e nutracêuticos
2 Alimentos funcionais e transgênicos
3 Seminário de pesquisa II
# NUTRIÇÃO CLÍNICA
1 Microbiota, microbioma e saúde
2 Inflamação e nutrição
3 Seminário de pesquisa II
# NUTRIÇÃO ESPORTIVA
1 Nutrigenômica para a saúde e o esporte
2 Ajudas ergogênicas, substâncias dopantes e dopping genético no deporte
3 Seminário de pesquisa II
  • FASE III: PESQUISA
FASE III: PESQUISA
# DISCIPLINAS
1 Trabalho de pesquisa I
2 Trabalho de pesquisa II
3 Proposta de tese
  • FASE IV: REALIZAÇÃO DA TESE DE DOUTORADO
FASE IV: REALIZAÇÃO DA TESE DE DOUTORADO
# DISCIPLINAS
1 Elaboração da tese
2 Defesa da tese

Linhas de pesquisa

DOUTORADO EM NUTRIÇÃO. LINHAS DE PESQUISA
OBESIDADE E SÍNDROME METABÓLICA
Estratégias nutricionais para o tratamento do sobrepeso e da obesidade
Desenvolvimento de novos alvos terapêuticos para o tratamento do sobrepeso e da obesidade
Alteração e regulação metabólica na obesidade
ESTRATÉGIAS EM NUTRIÇÃO COMUNITÁRIA
Intervenção comunitária em populações com risco nutricional
Estudos populacionais em alimentação e nutrição
Educação e comunicação para a saúde e nutrição
ALIMENTOS FUNCIONAIS, NUTRACÊUTICOS E NUTRIGENÉTICA
Compostos bioativos dos alimentos e efeitos sobre a saúde
Criação, desenvolvimento e produção de alimentos com valor nutricional agregado
Efeitos dos compostos bioativos dos alimentos no tratamento de diversas patologias
NUTRIÇÃO CLÍNICA
Microbiota na saúde e na doença
Processos inflamatórios e patologias
Nutrição em situações fisiopatológicas
NUTRIÇÃO ESPORTIVA
Nutrigenômica e rendimento esportivo
Nutrição, alimentação e rendimento esportivo
Ajudas ergogênicas e rendimento esportivo
NUTRIÇÃO NAS ETAPAS DA VIDA
Nutrição infantil
Nutrição no idoso
Nutrição ao longo da vida em situações fisiológicas

Direção

  • Dr. Maurizio Battino. Diretor da Área de Saúde e Nutrição da Fundação Universitária Iberoamericana. Pesquisador em Bioquímica e docente da Scuola di Specializzazione in Scienza dell'Alimentazione.
  • Dra. Mariel Colmán. Doutora em Alimentação e Nutrição pela Universidad de Barcelona.

Coordenação Internacional

  • Dra.(c) Irma Domínguez. Coordenadora Internacional das Áreas de Saúde.

Professores e Autores

  • Dra. Priscilla Almeida. Doutora em Biomedicina pela Universidad de Zaragoza. Professora da UNINI.
  • Dra. Andrea Arreguín. Doutora e Mestra Universitária em Nutrigenômica e Nutrição Personalizada pela Universidad de las Islas Baleares. Professora da UNINI.
  • Dr. Juan Ramón Barbany Cairó. Doutor em Medicina e Cirurgia pela Universitat de Barcelona. Professor Honorífico da Universitat de Barcelona.
  • Dra. Mercedes Briones. Doutora Internacional em Nutrição Infantil pela Universidad de Granada. Professora da UNINI.
  • Dr. Ricardo Julián Cabezas. Doutor em Ciências Biológicas pela Pontificia Universidad Javeriana, Bogotá.
  • Dra. María Mercedes Cano. Doutora em Farmácia pela Universidad de Sevilla. Professora Titular de Fisiologia da Universidad de Sevilla.
  • Dra. Mariel Colmán. Doutora em Alimentação e Nutrição pela Universidad de Barcelona. Professora da UNEATLANTICO.
  • Dra. Andrea Corrales. Doutora em Biología Molecular e Biomedicina pela Universidad de Cantabria. Professora da UNEATLANTICO.
  • Dr. Iñaki Jordi Elío. Doutor em Projetos de Saúde e Nutrição pela UNINI. Diretor acadêmico e professor da Graduação em Nutrição Humana e Dietética da UNEATLANTICO.
  • Dr. Mario Efraín Flores. Doutor em Política Alimentar e Nutrição aplicada pela Universidad de Tufts (EUA). Professor-pesquisador do Instituto Nacional de Salud Pública do México.
  • Dra. Carolina Teresa González Antón. Doutora em Nutrição e Ciências dos Alimentos pela Universidad de Granada.
  • Dr. Iván Antonio García Montalvo. Doutor em Ciências Médicas e Biológicas pela Universidad Autónoma Benito Juárez de Oaxaca. Professor da Universidad Anáhuac de Oaxaca.
  • Dr. Michael John González Guzmán. Doutor em Nutrição Humana e Bioquímica, Food Science and Human Nutrition Program, Michigan State University. Catedrático, Universidad de Puerto Rico, campus de Ciências Médicas.
  • Dr. Roberto Carlos Leonardo Mendonça. Doutor em Nutrição pela Universidad de Granada. Professor da Universidad Atlântica.
  • Dra. Adriana Alejandra Márquez Ibarra. Doutora em Ciências Médicas pela Universidad de Colima, México. Pesquisadora de projetos e sócia-fundadora da consultoria NUTRIAB.
  • Dra. Nohora Milena Martínez. Doutora em Programa Saúde Mental: Genética e ambiente pela Universitat Rovira i Virigili e pela Universidad de Almería.
  • Dra. Susana Martínez. Doutora em Biologia pela Universidad de León. Professora da UNEATLANTICO.
  • Dra. Isabel Martorell. Doutora em Biomedicina pela Universitat Rovira i Virgili. Professora da UNINI.
  • Dra. Rebeca Monroy. Doutora em Nutrição pela Universidad de Guanajuato. Professora da Universidad de Guanajuato.
  • Dr. Juan Antonio Nieto. Doutor em Ciência e Tecnologia dos Alimentos e Engenharia pela Universidad Autónoma de Madrid.
  • Dra. Claudia Nelly Orozco. Doutora em Ciências da Saúde Pública pela Univ. de Guadalajara. Professora da UNINI.
  • Dra. Norma Angélica Santiesteban-López. Doutora em Ciência dos Alimentos pela Fundación Universidad de las Américas, Puebla. Professora-pesquisadora na Benemérita Universidad Autónoma de Puebla.
  • Dra. Sandra Sumalla. Doutora em Projetos de Saúde e Nutrição pela UNINI. Decana e professora da Faculdade de Ciências da Saúde da UNEATLANTICO.
  • Dr. Joan Trabal. Doutor em Alimentação e Nutrição pela Universitat de Barcelona. Professor da Universitat Autònoma de Barcelona.
  • Dra. Carolina Vargas. Doutora em Nutrição Molecular e Celular pela School of Nutrition Science and Policy, Tufts University.
  • Dr. Francesco Visioli. Doutor em Química e Tecnologia Farmacêutica pela Università degli Studi di Milano.
  • Dra. Rosa Elena Yáñez. Doutora em Nutrição e Metabolismo pela Universidad Rovira i Virgili. Professora da UNINI.

Bolsas de Estudo

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) criou o programa: “Bolsas Doutorado” voltado a pessoas com excelente histórico acadêmico. Outras fundações, instituições e universidades aderiram a esse programa. Ele destina-se tanto a docentes universitários (com o objetivo de contribuir para o aumento da porcentagem de doutores nas universidades), quanto a profissionais do mundo dos negócios e da administração pública (com a finalidade de contribuir para a criação de departamentos de PD&I e para a geração de um espírito inovador).